Saúde

AUMENTO DA SONOLÊNCIA E IMC - 25/05/2012

 

Trabalhadores noturnos com sobrepeso podem ser mais sonolentos. Uma pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da USP mostrou que pessoas com sobrepeso e obesidade têm mais propensão a sentirem sono quanto maior a ingestão de carboidratos.

O estudo com 24 trabalhadores noturnos dividiu-se em três etapas. Na primeira, avaliou-se o grau de sonolência dos voluntários, sem intervenção alimentar. Na segunda, aumentou-se a quantidade de carboidratos da dieta deles. Por fim, elevou-se também a quantidade de proteínas da alimentação. A conclusão foi de que, quanto maior o Índice de Massa Corporal (IMC), maior a influência da alimentação na sonolência. Observou-se também que os carboidratos favoreceram a sonolência nos obesos.

“A literatura é clara quanto ao fato de os trabalhadores noturnos terem maior chance de desenvolver obesidade, mas a influência do IMC na sonolência foi inesperada”, afirma a autora do estudo, a nutricionista Patricia Xavier Soares de Andrade Nehme. Para ela, quando se pensa que 15% a 20% da força de trabalho do país é constituída de trabalhadores noturnos, fica mais clara a importância de se promover a saúde no ambiente de trabalho.

Fonte: Agência USP de notícias

 

FAÇA SEU PEDIDO PELO TELEFONE: (67) 3026-2002
Rua Euclides da Cunha, 163
Bairro: Jardim dos Estados
Campo Grande - MS CEP: 79002-560
tag3